FALTAM
Dias
Horas
Min
Seg
A primeira edição da Maratona Cidade de Salvador acontece neste domingo (22), com largada no Farol da Barra. A competição atrairá milhares de corredores de todos os níveis em provas de 5km, 10km, 21km, 42km, além de corrida de revezamento com equipes compostas por quatro atletas (40 km com 10km cada atleta). E como esses dias que antecedem o evento são de preparação para os participantes inscritos, é importante estar atento aos cuidados com a saúde para manter o corpo em plenas condições físicas.
 
Para esta semana, a orientação é que os participantes façam treinos regenerativos de baixa intensidade - a fim de reparar a musculatura -, dispensando atividades mais intensas.“Cada modalidade exige estratégia diferente. A preparação de quem vai correr 5km é totalmente diferente para os que vão até os 42km. Geralmente, aqueles que farão o percurso mais longo já vêm sendo acompanhado por profissionais de educação física e de nutrição, para serem instruídos sobre alimentação, técnicas e movimentos como postura, passada, resistência, força”, explica o educador físico Pedro Alexandria.
 
Um fator que o profissional aponta e que deve ser levado em consideração é a escolha do tênis para a corrida. Poucas pessoas têm conhecimento da importância de escolher o calçado correto que será utilizado para praticar o esporte. Isso porque o uso de um tênis adequado ameniza os impactos que o corpo sofre durante as passadas. Se o acessório for bem escolhido, levando em conta as características do corredor, como pisada, a probabilidade de sofrer qualquer prejuízo será reduzida. 
 
“Cada um tem pisada diferente: pode ser neutra, supinada ou pronada. É bom a pessoa ter conhecimento, por meio de avaliação médica, de qual é sua pisada, para então escolher o tênis apropriado”, pontua Alexandria, reforçando ser comum encontrar alguém sentir desconforto durante a corrida por causa do tênis. O recomendado é que o calçado usado para os treinos preparatórios seja o mesmo do dia da maratona.
 
Todas as largadas serão realizadas do Farol da Barra, a partir das 5h30. Antes de iniciar a prova, é importante realizar sessões de aquecimento e alongamento para relaxar a musculatura que foi bastante exercitada nos treinos. O exercício serve para diminuir as dores musculares e aumentar a flexibilidade do corpo. A dica é realizar pequenas corridas de tiro por um período de 10 minutos, antes de iniciar o circuito.
 
Hidratação - Garantir uma hidratação adequada é fundamental para otimizar o desempenho na corrida e auxiliar na prevenção de lesão muscular e outros agravos à saúde. A quantidade de água a ser ingerida depende do tipo, do ritmo e da intensidade da atividade física. Em casos de corridas de longa distância, geralmente com duração superior a uma hora, a ingestão de água de coco, isotônicos e bebidas esportivas é recomendada para repor água e sais minerais eliminados através do suor.
 
Segundo a nutricionista Kênya Lima, beber água em quantidade adequada favorece a regulação da temperatura corporal. "A ingestão de 500ml de líquidos no intervalo de uma a duas horas antes do início da prova, e de aproximadamente 200 ml de água a cada 20 minutos, colabora para a manutenção de um estado adequado de hidratação. Vale lembrar, ainda, que a hidratação pós-treino também é importante", explica.
 
Alimentação - Entre as sugestões de alimentos a serem ingeridos antes da corrida estão aqueles que sejam boas fontes de carboidrato complexo, por fornecerem energia por um tempo mais prolongado. Pode ser aipim, banana da terra, batata doce, inhame, fruta pão, pão integral ou frutas com cereais. Proteínas também são bem-vindas, a exemplos de carne, ovo, tofu, iogurte, queijos, e devem se consumidos aproximadamente duas horas antes da corrida.
 
Kênya destaca que é bom evitar o consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras antes da corrida porque proporcionam digestão mais lenta. Já para uma refeição após a realização da corrida é importante priorizar alimentos que favoreçam a recuperação do tecido muscular (leite, iogurte, queijos, quinoa, amaranto) e que reponham energia, como o que são fontes de carboidrato. "Um mix desses alimentos se vê, por exemplo, em iogurte com frutas, vitaminas de frutas com leite, omelete com vegetais, iogurte com mel", pontua a nutricionista.
 
Estrutura - Os corredores que disputarão as provas da Maratona Cidade de Salvador contarão com um esquema especial no quesito saúde. Para a competição, serão montados três postos de atendimento médico. Um dos pontos será montado no início do percurso, na Barra, próximo ao Farol da Barra, onde estará o pórtico de largada e chegada da Maratona. O segundo posto ficará no bairro do Rio Vermelho, próximo ao Teatro Sesi, onde estará marcando os retornos daqueles que correm os 10k e aqueles que correm por equipes. O último posto estará no Jardim de Alah, onde ocorrem os retornos dos corredores da Meia Maratona e da Maratona. Além dos postos de atendimento médico, o evento contará com seis ambulâncias com equipes paradas ao longo do percurso para serem utilizadas em qualquer emergência.
 
Outra preocupação da organização da Maratona Cidade de Salvador foi com os pontos de hidratação para os corredores da competição. Ao longo do percurso, que vai da Barra ao Jardim de Alah, serão montados sete pontos estratégicos para a hidratação dos corredores: na região do largo do Farol da Barra; próximo ao Centro Espanhol; próximo ao Speed Lanches, em Ondina; em frente ao Teatro Sesi, no Rio Vermelho; na região da Fonte do Boi, também no Rio Vermelho; na região das Baianas de Amaralina; e o último próximo ao Habib’s da Pituba.